sexta-feira, 16 de abril de 2010

Medo de cirurgia?


Um enorme e complexo hospital abandonado em uma floresta escura, úmida. Realmente é um lugar perfeito para assombrações!

Localizada na Alemanha, a sudoeste de Berlim, perto de Potsdam, foi construído em 1898, este complexo hospitalar de cerca de sessenta edifícios e distribui mais de duzentos hectares. Os arquitetos do projeto original foram Heino Schimieden e Julio Boethke e alterações posteriores e extensões foram realizadas por Fritz Schultz.

O complexo teve edifícios separados para diferentes usos e especialidades. As doenças infecciosas, reabilitação, crônica, e assim por diante. ao lado de edifícios de pessoal e de administração. Ainda tinha a sua própria usina de enérgia elétrica, uma sala de reunião e uma capela.

Durante a primeira guerra mundial, o hospital tornou-se um hospital militar para acomodar chegar entre 1914 e 1915 para 17.500 em enfermagem. Um deles foi Adolf Hitler, que passou uma temporada lá em 1916 para se recuperar de ferimentos sofridos durante a batalha do Somme.



Após a divisão da Alemanha, em 1945, o complexo estava no comando da URSS, e assim continuou até 1995. Durante todos estes anos, o complexo foi o maior hospital militar russo fora de suas terras.

Quando os russos esquerda, apenas uma parte dos edifícios foram reabilitadas e ainda são usadas hoje. Alguns museus, outros ainda para fins médicos e de reabilitação. Mas a maior parte do complexo continua em total abandono, sem qualquer expectativa de uso no momento.

Neste filmes lugar incrível ter sido filmado como: O Pianista, de Polanski, A casa do doente por Wolfgang Becker ou o último de Tom Cruise, Valkyrie.


E agora sem mais delongas, um passeio pela Beelitz-Heilstätten:












Fonte: Wikipedia.org

3 comentários:

Má disse...

Nossa, cada dia que passa as materias estão melhores!

16 de abril de 2010 10:44
ϟ Яэиэsסּη™ disse...

Noossa, este lugar é aterrorizante, nem me pagando milhões eu não ficaria uma noite neste local. Ç_Ç

19 de abril de 2010 09:19
Felipe Mariano Alencar e Silva disse...

Gostaria de fazer deste local minha residência, mas a única alteração que faria seriam móveis, energia elétrica, e outras coisas, mas a estrutura decadente eu conservaria, pois gostei do estado do prédio...

1 de junho de 2010 03:22

Postar um comentário