quinta-feira, 25 de março de 2010

Lendas - A Cruz do Diabo....


Em Cuenca (Equador), cidade de mistérios, enigmas e ruas de paralelepípedos pontilhada com passagens históricas conta uma lenda que há muito tempo, um jovem se apaixonou por uma mulher bonita, a mais bonita que ele já viu andavar pelas ruas desta cidade, mas escondia atrás da beleza um terrível segredo.

Pilares da rua, descendo a lovely asfaltada, chegamos ao santuário da capela Dores, erguida no século XIV, embora o atual século XVIII e é onde a legenda é centralizada.

Conta que esse rapaz foi seduzido pelo diabo e que entrou em pânico ao perceber que estava beijando em um minuto a moça e no outro era o próprio, ele saiu correndo e abraçou a cruz na porta das Dores, o diabo veio sobre ele, dando-lhe um arranhão, enquanto um trovão sou. Quando o rapaz abriu os olhos, estava com raspão no ombro esquerdo e havia uma na pedra.

Diz-se que o rapaz entrou no santuário das Dores e nunca mais quis ver a luz do dia .... ou da noite.

E ali, na porta deste lugar, podemos ver a cruz de pedra, onde existe até hoje a marca da garra do diabo, que foi gravado na pedra.


Mito ou Lenda? Não quero descobrir...

Fonte: a de la España Misteriosa, de Pedro Amorós.

1 comentários:

Marina disse...

Fiquei com medo...

25 de março de 2010 21:22

Postar um comentário