quinta-feira, 22 de abril de 2010

Austrália: Mistério na mansão assombrada


Descoberta assombrada: Ray Herbert não foi afetado pela vibração espiritual da Studley Park House mas o mesmo não pode ser dito de outros que estiveram à noite dentro da casa. Foto: Carlos Furtado

A reputação de assombrada da mansão vitoriana Studley Park House ganhou umas pinceladas a mais quando operários que reparavam a antiga casa fizeram uma descoberta perturbadora.

Quando substituiam partes do telhado de ferro, e reparavam a ardósia para impermeabilizar o telhado da mansão de 120 anos, tropeçaram em uma forca pendurada no campanário.

A Studley Park House, peça central do campo de golfe de Camden, há muito tem sido considerada uma das residências mais assombradas de Camden.

A idéia de mansão assombrada foi gerada por vários incidentes trágicos que aconteceram no local, como o afogamento de um menino de 14 anos na represa da propriedade em 1909, e a morte em 1939 do filho do então dono, Arthur Gregory, gerente de vendas para a Twentieth Century Fox na Austrália. O filho de Gregory morreu, segundo notícias da época, no pequeno teatro da casa, de apendicite.



Rod Nash, diretor da Affordable Roofing, a empresa que repara o telhado, disse que não tinha dúvidas de que a casa era mal assombrada. Apesar de encontrar o laço do carrasco, Nash disse que estava interessado em visitar a casa à noite.

A Studley Park House foi construída pelo pecuarista William Payne, em 1889, para sua noiva, mas depois de se afogar em dívidas, ele a vendeu para um arquiteto.

A casa mudou de dono várias vezes ao longo dos anos, e foi usada como residência particular, como escola secundária de Camden e para treinamento do exército durante a Segunda Guerra Mundial.

Ray Herbert da Sociedade Histórica de Camden pesquisou a história longa e interessante de Studley Park. "Eu estive na casa em todas as horas do dia e da noite e eu nunca vi um fantasma,'' disse ele.

O mesmo não pode ser dito dos quatro concorrentes que passaram um tempo isolados no dormitório, adega, teatro e torre para a filmagem de teste do Scream 2001, um reality show psicológico.

Os participantes foram trancados na casa com câmeras que filmavam as suas sensações, pensamentos e quaisquer ocorrências paranormais.

Um dos participantes, que relatou ouvir vozes, ficou muito assustado para continuar o desafio, e outro disse que ouviu um bebê chorando em um canto da sala.

"Crianças disseram que quando passavam pela casa viram uma senhora olhando pela janela,'' disse Herbert.

"Alguém já relatou ter visto as luzes acesas em uma parte da casa onde não havia luzes. Certa vez o corpo de bombeiros foi chamado para investigar um relato de luzes, eles conferiram a rede elétrica e descobriram que estava desligada.''

Fonte: Camden Advertiser

1 comentários:

Anônimo disse...

A Indiana a pouco tempo atras perdeu q atração Katakumb do Hopi Hari, agora perdeu Beto Carrero, e andam dizendo q o Playcenter esta por um fio, isso tudo por conta do dezastre administrativo financeiro, o q vc´s tem a dizer sobre isso?

11 de maio de 2010 01:43

Postar um comentário