segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

1º Parte - MALDIÇÕES DE ARREPIAR

Para começar o ano de 2010 com o pé direito a revista “Mundo Estranho” preparou uma super matéria sobre maldições que envolvem desde a praga da múmia de Tutancâmon até o nefasto destino da família Kennedy e de celebridades, alem de locais e objetos amaldiçoados.


A MALDIÇÃO DO FARAÓ:
Tipo de maldição: Desgraça para profanadores
Efetividade: alta
Numero de vítimas: Cerca de cem, direta ou indiretamente envolvidas no achado.


A Indiana pesquisou e encontrou muitos dados interessantes sobre maldição ou praga das múmias, confira:

No inicio deste século, aparentemente tudo o que restava de valor já estava exposto em museus, talvez por isso a descoberta mais empolgante tenha sido a múmia do faraó Tutankhamon (reinou de 1361 a 1352 a.C.), no dia 4 de abril de 1923. Foi a consagração do arqueólogo inglês Howard Carter, que levou 23 anos procurando o túmulo. Mas, como Lord Carnavon, o milionário que financiara essa busca, morreu repentinamente um mês depois da descoberta, surgiu a lenda de sua maldição, mesmo porque no túmulo havia a inscrição:

"A morte tocará com suas asas aquele que desrespeitar o faraó".


Múmia do Faraó Tutankhamon


Há outras maldições também importantes, além das muito conhecidas que estão relacionadas ao rei Tutankhamon.

Howard carter

Na tumba de Petety e sua esposa, havia a seguinte maldição:

Escutem todos! O sacerdote de Hathor castigará em dobro aquele que entrar nesta tumba ou fizer qualquer mal a ela. Os deuses o confrontarão, pois sou honrado pelo seu Senhor. Os deuses não permitirão que qualquer coisa aconteça a mim. O crocodilo, o hipopótamo e o leão devorarão aquele que causar qualquer malefício a minha tumba.

Para reforçar essa crença, nos meses seguintes outros 25 membros da expedição inglesa morreram em condições misteriosas.

A explicação cientifica

Há alguns anos, médicos franceses "conseguiram"explicar essas mortes: os pesquisadores que entraram na tumba do faraó respiraram um ar impregnado de fungos. Isso causou uma reação alérgica de insuficiência respiratória, que acabou matando-os por asfixia.

Continua...

Fonte: Revista Mundo estranho, Janeiro 2010 e Revista Supertinteressante, Junho de 1988.

1 comentários:

Caio disse...

vo ver se compro uma revista dessa

16 de fevereiro de 2010 07:59

Postar um comentário