quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

10 Previsões catastróficas que falharam - 3º Parte

Nostradamus, agosto de 1999


As escritas ofuscadas e metafóricas de Michel de Nostredame têm intrigado as pessoas por mais de 400 anos. Seus textos, cuja precisão depende muito de interpretações flexíveis, foram traduzidos e retraduzidos em dezenas de versões diferentes. Um dos mais famosos dizia: "No ano de 1999, sétimo mês, do céu virá um grande rei do terror".


Bug do Milênio, 1º de janeiro de 2000


No final do século passado, muita gente ficou preocupada que os computadores poderiam causar o fim da Terra.

O problema, referido pela primeira vez no início dos anos 1970, era de que muitos computadores não seriam capazes de diferenciar as datas entre 2000 e 1900.

Ninguém estava realmente certo sobre o que aconteceria, mas muitos acreditaram que um holocausto nuclear pudesse destruir o planeta. Nada disso ocorreu e o novo milênio começou com apenas algumas falhas.


Gelo e o fim do mundo, 5 de maio de 2000


No caso do Bug do Milênio não vir efetivamente, uma catástrofe global foi assegurada por Richard Noone, autor do livro "5/5/2000 Ice: the Ultimate Disaster" ("5/5/2000 Gelo: A Catástrofe final", na tradução do inglês).

Segundo o pastor da Igreja de Deus, Ronald Weinland, o fim dos tempos está sobre nós - mais uma vez. Em seu livro "2008: God's Final Witness" ("2008: O testemunho final de Deus", no original em inglês), ele afirma que centenas de milhões de pessoas vão morrer e, até o final de 2006, "haverá um prazo máximo de dois anos para o restante do mundo mergulhar no pior momento de toda a história humana".

No outono de 2008, os Estados Unidos não seria mais uma potência mundial e deixaria de existir como nação independente.
Fonte: Terra
Segundo Noone, a massa de gelo da Antártida ficaria com 3 km de espessura em 5 de maio de 2000 - data em que os planetas seriam alinhados no céu, de algum modo, resultando no degelo global.


Pastor da Igreja de Deus, 2008


Segundo o pastor da Igreja de Deus, Ronald Weinland, o fim dos tempos está sobre nós - mais uma vez. Em seu livro "2008: God's Final Witness" ("2008: O testemunho final de Deus", no original em inglês), ele afirma que centenas de milhões de pessoas vão morrer e, até o final de 2006, "haverá um prazo máximo de dois anos para o restante do mundo mergulhar no pior momento de toda a história humana".

No outono de 2008, os Estados Unidos não seria mais uma potência mundial e deixaria de existir como nação independente.

Fonte:Terra

E você acredita?

1 comentários:

Caio disse...

essa do Nostradamus é beem conhecido

13 de janeiro de 2010 10:41

Postar um comentário